terça-feira, 25 de agosto de 2009

ALGUNS SINAIS BÁSICOS DA LINGUAGEM CORPORAL




A maior parte dos sinais básicos da comunicação é a mesma em todo o mundo. Quando as pessoas estão felizes sorriem, quando estão tristes ou zangadas, choram, franzem as sobrancelhas ou fazem cara feia. Mover a cabeça para baixo é um gesto quase que universalmente utilizado para indicar "sim". Este gesto é provavelmente inato, por ser também usado por pessoas cegas de nascença.


Balançar a cabeça de um lado para o outro para indicar "não" é também um gesto universal que provavelmente se aprende na infância. Pois o bebê vira a cabeça para um lado e para o outro rejeitando o seio da mãe quando já está alimentado. A criança pequena também vira o rosto para os lados, para rejeitar comida quando não quer mais comer.

Assim ela aprende a balançar a cabeça para os lados para mostrar desacordo ou atitude negativa.

Assim como ocorre com a linguagem verbal, alguns sinais corporais variam de cultura para cultura.


Um gesto que em uma cultura é usual e tem uma clara interpretação pode não ser relevante ou ter um significado totalmente diferente em outra.

Existem regras para uma leitura segura, o que você vê e ouve numa situação qualquer pode não refletir necessáriamente as reais atitudes das pessoas. Há três regras básicas para se fazer uma interpretação correta.


LEIA OS GESTOS EM GRUPOS


Um dos erros mais graves que se pode cometer em linguagem corporal é interpretar um gesto isolando-o de outros e das circunstâncias.


Por exemplo: coçar a cabeça, pode significar várias coisas: caspa, piolho, suor, incerteza, mentira ou esquecimento; dependendo dos outros gestos que o acompnhem.
Assim como a linguagem falada, a linguagem corporal tem palavras, frazes e pontuação.


Um gesto é como uma palavra, pode ter vários significados diferentes. É somente quando aparecem em conjunto, formando frazes que as palavras adquirem significado, os gestos também.


Os gestos formam os "grupos gestuais", que sempre revelam a verdade sobre os sentimentos e atitudes das pessoas. Da mesma maneira que nas sentenças verbais, os grupos de linguagem corporal precisam de pelo menos três gestos para se poder definir com precisão o significado de cada um deles.


A pessoa perceptiva é aquela capaz de ler as frazes da linguagem corporal e compará-las com o que a pessoa diz verbalmente.


FIQUE DE OLHO NA COERÊNCIA


As pesquisas mostram que os sinais não verbais têm um efeito cinco vezes maior do que as palavras pronunciadas e que quando não há coerência entre sinais verbais e sinais não verbais, as pessoas, principalmente as mulheres; dão mais importância a linguagem não verbal e desconsideram o conteúdo transmitido oralmente.


"VOCÊ ACREDITARIA NUM RELIGIOSO QUE PREGASSE TOLERÂNCIA E COMPAIXÃO DANDO SOCOS NA MESA."

"VOCÊ ACREDITARIA EM UM POLÍTICO QUE FALASSE QUE IRIA AUMENTAR OS SALÁRIOS AO MESMO TEMPO EM QUE FECHA AS MÃOS."


"A OBSERVAÇÃO ENTRE GESTOS E PALAVRAS É ESSÊNCIAL PARA A INTERPRETAÇÃO CORRETA DAS ATITUDES POR MEIO DA LINGUAGEM CORPORAL."


LEVE EM CONTA O CONTEXTO
Todo gesto deve ser considerado no contexto em que ocorre.


Uma pessoa sentada com a cabeça baixa e os braços cruzados em um ponto de onibus num dia de inverno provavelmente está com frio e não em uma atitude defensiva, mas se esta mesma pessoa adota a mesma atitude enquanto você tenta convencê-la de uma idéia possivelmente ela está discordando ou rejeitando a sua idéia.

*****************************************************

Aline Santos é Jornalista,Terapeuta Holística,Taróloga, Cabalista, Professora, Escritora, Palestrante, e Pesquisadora de Ciências Ocultas, e atende nas áreas de Florais de Bach, Fitoterapia, Aromaterapia, Terapia com cristais, Reiki, Cura Prânica e Tarô Terapêutico.
E-Mail:
arcanjo.azul@hotmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário